Entrevistas
05/07/2014 - 15h01

Cafu: "Brasil precisa chorar menos e jogar mais"


Capitão do penta em 2002, o lateral-direito critica a instabilidade emocional da Seleção e pede que todos assumam a responsabilidade na partida desta sexta contra a Colômbia



Convidado da Fifa para o lançamento da ação contra o racismo nas quartas de final da Copa do Mundo, o capitão da Seleção Brasileira na campanha do penta, em 2002, falou sobre o comportamento psicológico dos comandados de Luiz Felipe Scolari na vitória diante do Chile. Direto, o lateral-direito aposentado disparou: "Tem que chorar menos e jogar mais". A seguir, as palavras do bicampeão em 1994 nos Estados Unidos e no Japão e na Coreia do Sul, em 2002.
 
Foi correto o que o Thiago Silva fez ao sentar na bola antes de uma decisão por pênaltis?
 
Não podemos criticá-lo por causa disso. É a personalidade dele. O mais importante, agora, é que ele tenha o respeito do grupo e o grupo o respeite.
 
O que o Brasil precisa fazer para evitar uma eliminação diante da Colômbia?
 
Parar de chorar e jogar mais.
 
Você acha que o David Luiz deveria ser o capitão?
 
Eu acho engraçado, antes da Copa do Mundo ninguém dizia que o Thiago Silva não deveria ser o capitão. Agora, todos falam do David Luiz (risos).
 
O que o Thiago Silva deve cobrar do grupo?
 
Que cada um assuma a sua responsabilidade. Foi assim em 2002. Nas nossas conversas, dizíamos que se cada um assumisse a sua responsabilidade nós seriamos campeões. Foi o que aconteceu.
 
Qual deve ser a postura tática do time?
 
Nós temos que ir para cima da Colômbia, aguentar firme na hora do Hino Nacional e esquecer esse negócio de Copa de 1950. Eles precisam entender que é a chance deles de escrever a própria história no lugar dos caras de 1950.
 
Quem é o jogador colombiano mais temido por você?
 
O Cuadrado joga demais, um baita jogador.
 
Quais são as funções de um capitão?
 
É o grande responsável pelo time lá dentro do campo. É um líder, uma referência, um interlocutor de tudo.
 
Então o Thiago Silva não tem essa postura?
 
Não podemos crucificar o Thiago Silva. Cada um reage de um jeito diante da pressão. O fato de ele ter sentado na bola ou ter pedido para ser o último a cobrar são questões subjetivas. Não é todo mundo que tem sangue frio na hora de uma disputa por pênaltis.
 
Acha que o Thiago Silva perdeu o respeito do grupo?
 
O mais importante, agora, é o que o elenco compreenda o Thiago Sivla.
 
Dos choros após a vitória sobre o Chile, qual realmente era o mais merecido?
 
O do Julio Cesar é completamente aceitável. Foi um choro de explosão depois de tudo aquilo que ele passou em 2010. Durante o tempo normal ele fez a defesa do jogo e depois pegou dois pênaltis.
 
Qual é a mensagem final do Cafu para a Seleção?
 
O que eu já disse. Chorar menos e jogar mais, morder no sentido de marcar forte, apertar os caras. Por fim, como diz o meu filho, é preciso ter sangue nos olhos.


Marcos Paulo Lima / Correio Braziliense
 

Comentários (0)


Fala Santos
E-mail: contato@falasantos.com.br
© 2010 Fala Santos. Todos os direitos reservados. site criado por