Geral
07/12/2018 - 05h47

Encontro informa sobre censo e debate questões sobre pessoas em situação de rua




O censo desenvolvido para levantar o número de pessoas em situação de rua na Cidade, parceria da Prefeitura com a Unifesp, foi apresentado no encontro ‘Vida nas ruas na cidade de Santos: o que eu tenho a ver com isso?’, quarta-feira (5), no saguão da universidade, na Vila Mathias.
 
O trabalho, realizado sem custos para a Prefeitura, está em fase de formulação do questionário para o recenseamento. Ele será aplicado em março de 2019. A meta é informatizar e tornar público os dados levantados para basear o trabalho de assistência social e das outras políticas, além de fornecer perspectiva real da situação social da Cidade.
 
Durante a reunião, também foram apresentadas as ações desenvolvidas por meio do Novo Olhar, programa municipal que reúne um conjunto de ações voltadas ao segmento, e questões gerais sobre o tema. Cerca de 40 pessoas, entre sociedade civil, guarda municipal, instituições, estudantes e servidores públicos de Santos e outras cidades da Baixada, participaram da discussão.
 
Nayara Albino Gonçalves, de 27 anos, faz mestrado de Serviço Social e Política Social na Unifesp e também trabalha na equipe especializada em abordagem social da Prefeitura. Para a estudante, é muito importante a participação de pessoas de diferentes segmentos nessa discussão. “Reuniões como estas precisam ser contínuas para esclarecerem para a população que as pessoas que estão nas ruas não estão por opção, mesmo que muitas vezes elas digam isso. Sempre existe algum problema por trás e temos que ter a sensibilidade de entender essa realidade. São pessoas, e por isso têm seus direitos garantidos”.
 
ARTICULAÇÃO
 
“Os municípios já estão se articulando para promover políticas públicas conjuntas. Não é possível trabalhar as questões sobre as pessoas em situação de rua de forma individualizada”, afirmou o diretor da Assistência Social da Prefeitura de São Vicente, Felipe Galvão.
 
Segundo o secretário do Desenvolvimento Social, Flávio Ramirez Jordão, este é o segundo encontro realizado com a sociedade civil (já foram feitos também com outras secretarias da Prefeitura de Santos e também haverá um com pessoas em situação de rua) “É um momento para reflexão, organização e crítica. Temos um compromisso com o atendimento, mas é extremamente importante que haja uma atuação conjunta em diversas áreas, principalmente a participação da sociedade civil".
 
 
Da Redação
 

Comentários (0)


Fala Santos
E-mail: contato@falasantos.com.br
© 2010 Fala Santos. Todos os direitos reservados. site criado por