Cidades
11/09/2019 - 04h45

Paraíso à beira mar: Santos é uma das melhores cidades do Brasil para se viver




Não precisa ser santista para saber que Santos é uma das melhores cidades do Brasil para se viver. Seus mais de sete quilômetros de praias, os jardins, considerados os maiores do mundo à beira mar, um Centro que guarda momentos da história do país. E nunca é demais lembrar que Santos tem o maior Porto da América Latina, responsável por escoar quase tudo o que se produz nos campos do Brasil a fora. 
 
O município que se transforma de tempos em tempos agora se prepara para novidades. A Nova Ponta da Praia vai reconfigurar um dos bairros mais charmosos de Santos. Tão importante é também a Nova Entrada da Cidade, que vai melhorar não só o acesso ao Porto e à orla, como também a vida de quem mora no entorno, na Zona Noroeste. 
 
Santos é o cenário ideal para negócios e investimentos. Tantas qualidades a fazem acumular títulos internacionais: Cidade Criativa, Cidade Educadora, ambos concedidos pela Unesco, Cidade Inteligente quando assunto é Meio Ambiente, uma das mais seguras do País, o quinto melhor IDH (Índice de Desenvolvimento Humano, aferido pela ONU) do Brasil. 
 
Investimentos impulsionam o desenvolvimento


 
Santos irá ganhar cara nova na Ponta da Praia e na Zona Noroeste. A expectativa em torno dessas obras é grande. Quando prontas, irão melhorar e muito a vida dos santistas que moram em seus entornos ou que precisam trafegar por esses bairros todos os dias. 
 
A Nova Ponta da Praia, como está sendo chamado o projeto, já começou a mudar o dia a dia de quem vive lá. O prefeito de Santos, Paulo Alexandre Barbosa explica que as mudanças no local têm sido estudadas há alguns anos. 
 
“Identificamos uma série de intervenções necessárias para aproveitar melhor aquele trecho. A principal ação urbanística é levar a ciclovia e o calçadão próximos à linha d’água. Teremos um mirante, vamos ampliar o Deck do Pescador, reformar a Ponte Edgard Perdigão, fazer um Centro de Convenções e um novo Mercado de Peixes. É um ganho permanente para a cidade, que garante nova iluminação, mais arborização, pontos de Wi-Fi grátis e câmeras de monitoramento”.
 
Na Zona Noroeste, as obras seguem em ritmo acelerado. Pistas específicas para o Porto e para  a Cidade são um desejo antigo de quem sobe e desce a serra para trabalhar ou estudar. O projeto da Nova Entrada de Santos prevê essa separação do tráfego e o mais importante: minimizar os problemas com as enchentes no local. 
 
“Vamos ter um novo acesso à Zona Noroeste, com a ponte que liga o São Manoel ao Bom Retiro, pela nova Avenida Beira Rio – esta, que vai ser uma das mais bonitas da Cidade e que contornará o mangue. Esta é uma obra que estruturante, que comecei com as reuniões ainda em 2012 e estão andando bem para serem entregues e garantir uma melhora para todos”, garante Barbosa.

 
Cidade Criativa 
 
Não é à toa que Santos faz inveja a muita cidade cinzenta. A cidade possui boas colocações em rankings que avaliam qualidade de vida e a preocupação com o Meio Ambiente, certificações internacionais, melhores índices em mobilidade urbana por ser um município quase todo interligado por ciclovias. 
 
“Fomos considerados, por duas vezes, a melhor cidade pra se viver no Brasil, temos os melhores indicadores de saneamento, taxas de homicídio comparadas com Oslo, na Noruega, e o selo de Cidade Educadora. Fomos a única cidade fora da Capital que recebeu duas seleções na Copa do Mundo e, nas Olimpíadas, servimos de base para mais de 15 países”, ponta Paulo Barbosa.
 
Além de servir como cenário para inúmeras produções de televisão, Santos é reconhecida pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura como Cidade Criativa na área de cinema.
 
“A Unesco nos reconheceu por tudo o que produzido no Município e o trabalho desenvolvido no setor de Economia Criativa. Esse reconhecimento se deu também pela eleição que escolheu Santos como sede do maior evento deste setor no mundo, em 2020. Santos é uma cidade de vanguarda. Por aqui, gerações trabalharam pelos movimentos abolicionistas, pela independência do País, pelos direitos das mulheres e tantas outras ações. Todas as conquistas têm relação com o trabalho realizado pela nossa gente”, conclui.
 
"Não podemos perder oportunidades"
 
O presidente da Câmara, Rui de Rosis, afirma que apesar da crise econômica que afeta o Brasil desde 2014, Santos vem investindo em projetos importantes como às obras da entrada da cidade e às da nova Ponta de Praia – que incluem um Centro de Convenções e um novo Mercado de Peixe, com restaurante -, que vão beneficiar moradores e turistas. 
 
De Rosis destaca, no entanto, que a cidade não pode perder oportunidades e cita como exemplo a construção, pela iniciativa privada, da sonhada ponte Santos-Guarujá, que iria gerar mais empregos e sem custo para o contribuinte.
 
“Santos não abriga apenas o maior porto da América Latina. É uma cidade de grande potencial turístico e quem mora aqui sabe que temos qualidade de vida. Por isso, é uma cidade tão apaixonante.”
 
Grande potencial para os negócios


 
Santos e toda a Região da Baixada Santista têm um potencial enorme a ser explorado. Quem garante é o presidente do LIDE, Jarbas Vieira Marques Júnior. Para ele, “além do maior porto da América Latina, a Baixada possui um dos maiores polos universitários do país, grandes construtoras e empresas da área de saúde e uma excelente e estruturada rede hoteleira, bons restaurantes e importantes atrativos turísticos, bem como uma marca forte, que é o Santos Futebol Clube”.
 
Recém-chegado a Santos, o LIDE tem a proposta de reunir empresários locais para pensar novas possibilidades para a região. “Na minha opinião, a chegada do LIDE à Baixada Santista será de fundamental importância para promover o debate sobre os principais assuntos da nossa região, como infraestrutura, mobilidade urbana, saúde, educação, turismo, economia e muito mais. Isso porque o LIDE defende que as boas práticas da iniciativa privada podem revolucionar o setor público e cooperar com projetos que promovam inovação tecnológica, compliance e transparência nos órgãos públicos e nas empresas privadas, diversidade no mercado de trabalho e mais eficiência principalmente nas áreas da educação e saúde”, explica Jarbas.
 
Vocação para o turismo


 
Rota obrigatória para os transatlânticos europeus, Santos recebeu milhares de cruzeiristas na temporada 2018-2019. Bom para o comércio e para a rede hoteleira que, só em janeiro deste ano, registrou 73% de ocupação, um recorde para o período. Além das praias, museus, teatros e do charmoso Centro Histórico, provas esportivas têm atraído atletas de várias partes do país. “A rede hoteleira se beneficia muito com os esportes. Santos recebe provas semanalmente, como o Campeonato Santista de Pedestrianismo, o Triathlon. O turismo na cidade é impactado mais pela crise econômica do que pela questão local. Santos tem uma grande rede hoteleira, boas opções de equipamentos turísticos, de acessos, há segurança”, diz o presidente do Convention & Visitors Bureau (CVB), Leonardo Carvalho. 
 
Ao longo do ano, os festivais também aquecem a economia da cidade, como o Rio Santos Bossa Fest e sua versão para o Jazz, Festival Geek, o Santos Café, Curta Santos, o tradicional Festival de Teatro Amador, a Tarrafa Literária, e tantos outros, além de ser cidade estratégica para grandes eventos como o Festival Ibero-americano de Artes Cênicas – o Mirada. Carvalho explica que o CVB têm realizado diversas ações e campanhas para trazer cada vez mais turistas para a cidade. 
 
“Estamos atuando em conjunto com empresas do setor turístico para que haja mais divulgação de Santos para outras cidades. Também queremos incentivar que os passageiros de navios de cruzeiro fiquem mais tempo por aqui, sugerindo pacotes promocionais. Além disso, vamos promover o Fórum de Turismo e Economia Criativa, em outubro, com a participação de profissionais do segmento no Brasil e Exterior. Convidamos os secretários de Turismo do Estado e da cidade. Esse é um movimento de discussão sobre dificuldades locais e de pensar melhorias”, diz o empresário. Para ele, faltam incentivos para a divulgação da nossa cidade. 
 
“O Governo do Estado reduziu o imposto do combustível da Aviação, dizendo que, com isso, haveria investimentos para promover o turismo em São Paulo. É uma iniciativa ótima, mas Santos não foi questionada para saber onde serão investidos esses recursos”, questiona Carvalho.
 
Santistas falam...
 
Rubens Loyo, historiador e empresário santista, Boqueirão
“Para mim, Santos é uma cidade paradisíaca. Temos essa orla da praia onde as pessoas podem praticar atividades físicas e ter momentos de lazer. Por não ser uma cidade muito grande, é possível se locomover com tranquilidade”. 
 
Juliana Souza, advogada santista, Embaré (e Matteo)
“As pessoas se esquecem de enaltecer as qualidades de Santos. Uma delas é o atendimento impecável e humano à mulher gestante no SUS. Morei fora por cinco anos e voltei para que o meu filho nascesse aqui. Um garoto naturalmente santista”
 
Natalia Resnik, publicitária, Aparecida
“O melhor de Santos é ter a liberdade de ir para trabalho com a minha bicicleta e ainda poder ver a praia e o mar antes de começar o dia. E também é saber que em qualquer lugar que eu esteja, vou encontrar algum amigo ou conhecido, isso é bem legal".
 
 
Jornal da Orla
 

Comentários (0)


Fala Santos
E-mail: contato@falasantos.com.br
© 2010 Fala Santos. Todos os direitos reservados. site criado por